sábado, 15 de novembro de 2008

O tempo voa...

Olá queridas!

Hoje não vim falar de scrap, vim falar do tempo, da vida da gente, de como tudo passa rápido. E tudo isso pelo seguinte... foi assim... ano passado, no niver do João em setembro, ele ganhou um tênis que eu não gostei e então fui na loja trocar. Cheguei lá e dei de cara com esse All Star de estampa de bola de futebol. Ameiiii mas era enorme, gigante, não tinha o número dele e nem para os próximos números dele. Mas eu não resisti e acabei trazendo pra casa um número surreal, beeeem maior que o dele. Me senti péssima, louca, consumista desacerbada e logo guardei o tênis no fundo do armário pra eu não me sentir pior ainda!
Pois é... hoje o Rodrigo e o João foram a uma exposição de futebol, camisas antigas, livros, enfim... história do futebol. E quem fosse caracterizado, pagaria meia entrada. E não sei o porquê me lembrei do tal tênis, mas achei cabuloso tirá-lo da gaveta, já que na minha concepção a criança somente iria usá-lo aos 7! Ledo engano! Acreditem... foi a conta do "pezinho" do menino. Se eu não tivesse lembrado da existência do tênis, teria passado batido. Aff... aí sim eu não me perdoaria! hahahaha!

Bom... mas não é só por causa dessa história que deu vontade de escrever... é pq o crescimento do João está mesmo disparado. Me impressiona. De uma hora pra outra ele entrou na fase dos porquês, ele simplesmente não quis saber da fralda a noite... do nada, virou pra mim e disse que dia 10 (ele é invocado com números e datas, sabe tudo!) seria o último dia de fraldas pra dormir e no dia 11 ele me cobrou a cuequinha e acreditem, nem um xixi na cama desde então. Do dia pra noite começou a não mais engolir a pasta de dente e outras várias coisas que me deixam estarrecida. Por ser ele nosso primeiro e único filho, acho que temos a tendência de tentar proteger, protelar um pouco essa fase bebê. E ele mesmo se resolve, se adianta e quer "crescer"! Não tem jeito... é a trajetória natural da vida e só posso dizer que eu não tenho mais um pequenino!

Agora o jeito é ficar esperta pq preciso confessar, outro dia encontrei uma pólo vermelha cheia de números enormes, coloridona, coisa mais linda do mundo, mas só tinha o número 10... o resto nem preciso contar, né!? Hahahaha.... Será que eu tenho problemas?

É isso... hoje não fui ao crop das meninas pq tenho várias encomendas mas não rendeu muito. Rodrigo me avisa no meio do dia que tem um evento a noite... fui eu correr por uma vaga no salão! Ah nem... mas é só!

Beijocas! Thá

2 comentários:

Silvia Almeida disse...

Thaisa, me conta onde é essa exposição sobre futebol, quem sabe levo meu filho!
Não se espante, nossos filhos crescem rápido mesmo! Eu mesma me assusto quando olho o tamanho dos meus... dá uma saudade de quando eles cabiam no colinho da gente!

Scrap Brasília disse...

Thaisa,
adorei seu comentário. É exatamente assim que acontece mesmo. Nossos filhos crescem e a gente as vezes nem se dá conta... olha, estou com outra(o) a caminho. rs.
Pena que voce não pôde ir ao crop, mas dia 06/12 tem outro.
bjos
Grice