quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Pra matar a vontade...

Ai gente, eu sei que estou super atribulada com a finalização dos kits e lembrancinhas do Scrap Arteiro, afinal já é semana que vem! Ai que frio na barriga, tá tudo tão lindo!

Mas ó, pra aliviar a ansiedade, eu precisava muuuito colocar as mãos nas novidades que trouxe da feira. E aposto que vcs imaginavam que eu fosse começar pelos cupcakes. Engano. Eu nunca tive dó de usar meus materiais, mas esses cups são tão especiais que estou pensando bem no que vou fazer com eles!

Então, o que eu não disse pra vcs no post anterior foi que a grande maioria dos papeis que trouxe são femininos, mas foi proposital. Na semana em que fui pra São Paulo resolvi dar uma arrumada na bagunça, uma organizada nos LOs que estavam em caixas - esperando pelos álbuns - e acreditem, eu tinha mais de 50 páginas do João só de 2010.

E a minha meta anual são 2 álbuns (de janeiro a junho e de julho a dezembro), seguindo aquela cronologia, contando realmente uma história. Só que a coisa fugiu do controle e vou dar uma desacelerada até o fim do ano pq, caso contrário, ele nunca vai querer carregar isso pra casa dele no futuro... hahaha! De agora até dezembro, só momentos muito especiais vão virar LOs!

E com isso resolvi resgatar meu xodó... lembram do álbum da minha vida que se perdeu em meio a tantos compromissos que eu invento? Pois é, comecei e está paradinho aqui. Já fiz muitas páginas - lifts das minhas scrap ídalas, recordam? - e agora decidi recomeçar e por isso, pela primeira vez na vida, me foquei nas coleções cor-de-rosa que estão dominando o mercado (ou será que sempre dominaram e eu nunca olhei pra elas?).

Enfim, aqui está a página 2003 - Um sonho de liberdade. A foto é no Deserto do Jalapão, um dos lugares mais lindos que já fui na vida. Fui pra lá sozinha e Deus. Estava passando um tempo em Palmas, a trabalho, e teve um feriado de primeiro de maio. Aproveitei e fui fazer esse passeio, pensar na vida e curtir um tempo só meu...
Aliás, nesse álbum eu procuro retratar um ponto forte de cada ano da minha vida. 2003 foi a cara da liberdade.
Usei cardstocks lisos American Crafts, papel de base Crate Paper (coleção de Natal que não tem cara de Natal), papel de flores EchoPark, coleção Life is Good, muuuitos brads, alfabeto thickers, mini-alfabeto Cosmo Cricket e fita de gorgurão...
Aqui com o fundo rosa. Qual vcs gostaram mais?
É isso, logo logo eu termino esse álbum, muitas fotos e histórias legais vêm por aí!

Ah! E só pra constar, queria ter mimo pra sortear em cada post, amei os mais de 40 comentários de ontem! Affão!
Beijos,
Thá

11 comentários:

Raissa Costa disse...

Ficou lindo, Thaísa!
Adorei a história... Tenho de fazer isso tb... ter um tempo meu =/
Mas adorei a página!
Beijos

Marcia Valesca disse...

Gostei do fundo rosa!!!
bjs

cashemere disse...

Oiii!!! Gostei do fundo rosa!!!
Bjks
Débora

AMIGAS DE SCRAPBOOKING - RECIFE disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Georgia Magalhães disse...

Ficou lindo Thaisa. mas vou ser a do contra. Adorei o fundo escuro. dá um contraste maior ao papel das bordinhas.
Anyway... tudo q vc faz fica LINDO!
Bjs,

Ju maciel disse...

Nem fala de desespero de kit! O pessoal daqui de casa já está me chamando de doida! kkkk
Amora, ficou lindo o LO! Depois quero ver com a mão este álbum completo!!!
bjooo

Jaque Jeacomo disse...

Oi, Tha passar no seu blog e não deixar um recadinho não sou eu né amora rssss. O LO ficou lindo e tb gostei do fundo rosa. Bjs

Sabrina Mix disse...

Oi, Thaísa!

Acho que com o fundo preto ficou melhor. Destacou bem a borda.

Beijos e sucesso!!!

MEU SCRAP BLOG: http://www.scrapmix.com.br/blog

Juliana disse...

Thaísa, preciso dizer que amei o LO? Aliás, adoro tudo o quevc faz, tipo assim, SUPER MEGA ÍDOLA!!!!

Dri Noleto disse...

Olha, passar no teu blog é sempre uma alegria!!
Estou com saudades dos nossos papos no msn...
Na feira nem um café tomamos, toda vez é assim...a gente se promete, se promete e necas!!!rsrsrsrsrs
Beijos ENORMES!!

Janaína Moraes disse...

Thaisa , gostei do fundo escuro pois não sou muito chegada a cor de rosa.
Um abraço,
Janaína